Como você pode ser influenciado pelas redes sociais na próxima eleição.
18 de fevereiro de 2016
Exibir Tudo

Como Barack Obama ganhou uma Eleição usando o Marketing Digital e o Big Data?

MAS AFINAL O QUE É BIG DATA?

As redes sociais se tornaram uma relevante ferramenta da vida social. Interações e debates que se dão nesses ambientes são indicativos dos temas que mais sensibilizam os cidadãos, uma vez que estes costumam se manifestar sobre aquilo que lhes importa e de maneira espontânea.

Assim, os compartilhamentos, curtidas e comentários nas redes sociais da internet revelam o que pensa boa parte dos eleitores e dos formadores de opinião de outros eleitores, que porventura não estejam nessas redes sociais.

Cada vez mais quantificáveis, quaisquer tipos de ação (de transferências financeiras a discussões em redes sociais, passando por relatórios médicos e status de entrega de encomendas) geram dados.

Esses dados têm se multiplicado diariamente, sendo criados em volumes gigantescos. Chama-se Big Data essas enormes e formidáveis quantidades de informação bruta, que quando lapidada pode virar uma arma poderosa na mão do candidato. São muitas informações correndo a todo instante e aquele que fisgá-las antes sairá na frente.

AS VANTAGENS DO USO DE BIG DATA NAS ELEIÇÕES

Por meio da análise de dados, os candidatos envolvidos em campanhas eleitorais são capazes de compreender melhor esses eleitores. É possível identificar os discursos nas redes sociais e prever tendências, a fim de criar estratégias que atinjam essas expectativas de forma mais precisa, como por exemplo, os e-mails marketing que possivelmente você irá receber.

O angariamento de fundos também foi muito influenciado por Big Data Analytics. A maneira como uma campanha se apresenta é fundamental na hora de alguém decidir se doará ou não recursos para aquela causa. Com o uso dos dados, os analistas são capazes de dizer qual tipo de proposta é mais eficiente para converter eleitores em doadores, porque passam a entender melhor as necessidades da população. E foi dessa forma que o então candidato ao cargo mais poderoso do mundo atingiu seu objetivo, e consegui arrecadar uma quantia exorbitante em dólares para sua campanha.

Com a utilização de Big Data Analytics, a campanha de BarackObama foi capaz de alavancar o número de doações. Com testes e mais testes em sites e propagandas, os especialistas parecem ter encontrado a fórmula perfeita de convencer um eleitor a doar. Não acredita? Obama arrecadou quase US$1 bilhão de dólares na última eleição norte-americana. Não foi mera coincidência: foram os dados dizendo quais caminhos de persuasão do eleitorado a campanha deveria seguir.

O uso de Big Data Analytics na campanha permitiu uma compreensão do panorama político como um todo, além de um conhecimento mais profundo de cada concorrente e cada eleitor em seu perfil específico. O resultado foi à vitória de Obama nas urnas.

E o seu candidato, será que esta preparado para o 45 dias de combate na internet? 

Angelo Percy, Publicado em www.maikon.biz – Junho, 2016.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *